Você está aqui:

Notícias

Foto: Jefferson Perdigão FHA)

Estudantes da ESSA se destacam no concurso da "Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro"

Publicado em: 
28/08/2019
Última modificação: 
18/09/2019

Estudantes da Escola Sandoval Soares de Azevedo (ESSA), da Fundação Helena Antipoff (FHA), participaram do concurso da "Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro". O objetivo é contribuir para a melhoria do ensino e aprendizagem da escrita e leitura nas escolas públicas brasileiras.

A Olimpíada foi criada em 2002, pelo Itaú Social, sob a coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura, e Ação Comunitária. O programa Escrevendo o Futuro, a partir de 2008, foi ampliado por meio de uma parceria com o Ministério da Educação, sendo desenvolvido um concurso de produção de textos entre alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio. Na 6ª edição, em 2019, a Olimpíada reforça a valorização da interação de crianças e jovens com o seu território, e retoma o tema “O lugar onde vivo”. Para participar do concurso, os estudantes tivaram que resgatar histórias, estreitado vínculos com a comunidade e aprofundando o conhecimento sobre a realidade, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

A estudante Natália Alves, de 17 anos, do 3º ano do Ensino Médio, escreveu um texto sobre a situação da Lagoa da Petrobras, que está localizada nas cidades de Ibirité, Sarzedo e Betim. “Acredito que a redação deve ser mostrada as autoridades competentes. Desta forma, espero que o problema do lixo e da poluição tenham uma solução”, relata a discente.

Douglas Darlan, de 10 anos, do 5º ano do Ensino Fundamental fez um poema, onde homenageou a professora Helena Antipoff. “Minha mãe me ajudou um pouco, falando das ações de dona Helena. Gostei muito de participar e pretendo continuar escrevendo textos literários”, expressou o garoto.

Já a aluna Aline Marra, de 12 anos, do 7º ano do Ensino Fundamental, desenvolveu um texto que retratou a história de sua avó, Maria Carreiro. “Minha avó em sua adolescência sempre foi muito festiva, participando de diversos eventos.  Ela praticamente esteve em todas as Festas do Milho realizadas na Fundação, inclusive participando da última edição realizada em agosto deste ano”, conta a adolescente.

Além dos três estudantes, ainda  se classificaram para a etapa municipal, Naiara dos Santos, de 15 anos, do 9º ano do Ensino Fundamental, Gustavo Viana e Maria Eduarda, do 1° ano do Ensino Médio, ambos com 15 anos.

Nesta 6ª edição, a escola produziu vários gêneros: poemas, memórias literárias, crônicas, documentários e artigo de opinião.
A etapa municipal será finalizada no dia 9 de setembro de 2019. Para mais informações, acesse: www.escrevendoofuturo.org.br

Natália Alves. Foto: Jefferson Perdigão (FHA)
Douglas Darlan. Foto: Jefferson Perdigão (FHA)
Aline Marra. Foto: Jefferson Perdigão (FHA)